Campanha

Natal: Lousada dá dez mil árvores para plantar em troca de compras

Por cada compra superior a 35 euros nos estabelecimentos aderentes, munícipes podem receber uma árvore

Texto de P3/Lusa • 13/12/2017 - 19:26

Distribuir

Imprimir

//

A A

A Câmara de Lousada tem dez mil árvores para oferecer aos munícipes que façam compras de Natal nos mais de 100 estabelecimentos comerciais aderentes.

 

Em declarações à Lusa, o vereador Manuel Nunes explicou que a campanha Plantar Lousada no Natal foi pensada para compensar o consumismo da quadra natalícia, "motivando as pessoas para uma questão prioritária que é conservação da natureza". Por cada compra superior a 35 euros, nos estabelecimentos aderentes, o consumidor recebe um vale que pode trocar sem custos por uma árvore para plantar. A campanha disponibiliza árvores de várias espécies nativas, como carvalhos, sobreiros, medronheiros, azevinhos, castanheiros e amieiros, entre outras.

 

Desde o início, a campanha envolveu cerca de uma centena de estabelecimentos do comércio tradicional e de grandes superfícies, mas o número de aderentes continua a aumentar, segundo o vereador. "Foram contactados todos os estabelecimentos possíveis no concelho e toda a gente disse que sim, mas tem sido uma lista em actualização. Há pessoas que nos contactam e querem aderir, alargando o âmbito da iniciativa a outras áreas do território", assinalou Manuel Nunes.

 

A campanha está, acrescentou, a corresponder às expectativas, informando que nos últimos dias centenas de pessoas se têm dirigido ao ecocentro da autarquia para levantar as árvores a que têm direito. Nesse momento, os munícipes recebem a árvore e uma explicação sobre o processo de plantação. "As pessoas acabam por receber uma aula de educação ambiental", indicou, destacando o interesse dos munícipes.

 

A campanha específica de Natal vai decorrer até ao final do ano. Desde 2016, a iniciativa permitiu plantar 4.500 árvores de 22 espécies, em cerca de dez hectares de áreas degradadas. As acções foram coordenadas pela autarquia e envolveram mais de 700 voluntários e 25 instituições, traduzindo cerca de três mil horas de trabalho solidário. Para 2018, estão previstas várias actividades para dar continuidade à campanha de plantação, antecipou o vereador.

Voltar ao topo

|

Corrige
Eu acho que