Esta é uma exposição de arte feminista — e não feminina

autoria P3

// data 18/04/2018 - 11:53

// 3761 leituras

O objectivo da exposição Olhares no Feminino é suscitar questões relativas aos padrões de beleza femininos, dar a conhecer exemplos de mulheres resistentes ao cumprimento de um papel que obedeça ao estereótipo de género, trazer à luz a vida de várias mulheres provenientes de várias partes do mundo. "Será que enfrentam os mesmos desafios ou têm as mesmas ambições?", questiona a REDE de Jovens para a Igualdade, promotora do evento, em comunicado. A exposição feminista de fotografia inaugura esta sexta-feira, 20 de Abril, na Galeria Muxima, em Lisboa, e é composta pelo trabalho de quatro jovens mulheres fotógrafas e pelas três fotografias que venceram o concurso A Revolução É Feminista!, que decorreu entre 21 de Fevereiro e 31 de Março, também sob iniciativa da REDE. "Esta não é uma exposição de arte 'feminina', mas uma exposição feminista, na medida em que é um espaço onde mulheres artistas, tantas vezes sub-representadas — ainda que desde sempre pioneiras — podem dar a conhecer os seus trabalhos, que são fruto de olhares sobre o mundo moldados pelo género mulher", elucida a organização. "Esta é uma exposição por e sobre outra parte da humanidade." Os trabalhos de Cláudia Gaspar, Janeth Tavares, Mónica de Sousa e Raquel Lourenço podem ser vistas até 4 de Maio, assim como as fotografias de Sandra Couto, Rebeka Dávid e Maria Cardosa, vencedoras do concurso anteriormente referido.

Eu acho que