DR

Exposição

Frida Kahlo: 241 fotografias da artista mexicana chegam ao Porto

O Centro Português de Fotografia abre portas a “Frida Kahlo — as suas fotografias”, que conta com imagens encontradas na casa onde a pintora habitava. Para ver de 6 de Julho a 4 de Novembro

Texto de Mariana Durães • 13/06/2018 - 11:49

Distribuir

Imprimir

//

A A

São 241 as fotografias do acervo pessoal de Frida Kahlo que chegam ao Centro Português de Fotografia, no Porto, a 6 de Julho. Intitulada Frida Kahlo — as suas fotografias, a exposição reúne imagens — captadas por Man Ray, Edward Weston e Brassaï, entre outros — que retratam momentos importantes e da intimidade da vida da artista mexicana. As fotografias estiveram mais de 50 anos fechadas na Casa Azul (residência da artista e, actualmente, Museu Frida Kahlo) e foram retiradas de um arquivo que contém cerca de 6500 fotografias.

 

Sob a curadoria de Pablo Ortiz Monasterio, fotógrafo mexicano, com a direcção de Hilda Trujillo Soto, directora do Museu Frida Kahlo, e coordenação da Terra Esplêndida, a exposição divide-se em seis secções temáticas e marcantes da vida da pintora — As Origens, Casa Azul, Política, Corpo Acidentado, Amores e Fotografia — e pode ser visitada entre os dias 6 de Julho e 4 de Novembro. Parte da receita angariada com a exposição reverte a favor da Associação Salvador, que promove a integração das pessoas com deficiência motora. 

 

Frida Kahlo — as suas fotografias estreou-se em 2010, na Cidade do México, onde a artista nasceu e, desde então, já passou pela Alemanha, pela Nova Zelândia e pelos Estados Unidos, entre outros países. Também passou por Lisboa, a primeira cidade fora do México a receber a exposição, em 2012, no Pavilhão Preto do Museu da Cidade. 

 

Frida Kahlo foi, de resto, homenageada em Lisboa, na freguesia do Lumiar, pintada em tons garridos por Vanessa Teodoro, nome de guerra Super Van.

Voltar ao topo

|

Corrige
Eu acho que